Jornada Scania
Utilizamos apenas os cookies do Google Analytics para analisar nosso tráfego. Ao clicar em "Aceito", você concorda em dar seu consentimento para que todos os cookies sejam usados e as informações sejam compartilhadas com o Google Analytics.







[ Soluções de Transporte ] -- 26/04/2022
[ Texto: Carlos Biagini, Assessoria de Imprensa Scania Brasil / Fotos: Scania ]

Autônomo da Scania faz sucesso na Agrishow 2022

Modelo de automação nível 2 está disponível aos visitantes para testes de direção; linha a gás e/ou biometano também é destaque no evento
A 27ª edição da Agrishow (Feira Internacional de Tecnologia Agrícola em Ação), presencial após dois anos de pandemia, é especial para a Scania, que completará 65 anos de Brasil em julho e expõe pela primeira vez seu autônomo da Nova Geração de caminhões. O modelo P 280 8x4 está na área de test drive para que o público possa conhecer o novo produto do portfólio da fabricante. Além disso, a marca exibe os caminhões da Nova Geração, um sucesso no mercado, um motor para geração de energia e os modelos movidos a gás e/ou biometano. A feira será realizada até 29 de abril, em Ribeirão Preto (SP).
No estande da Scania estão expostos os modelos R 500 6x2, R 540 6x4, G 410 6x4 XT (movido a gás e/ou biometano), R 410 6x2 – movido a gás natural liquefeito (GNL) e um motor de 13 Litros DC13 072A (diesel) para grupos geradores de energia. Na área exclusiva da marca para testes de direção estão o autônomo e um modelo a gás e/ou biometano G 410 6x4 XT. A pista fica localizada próxima à portaria sul.
“A Scania é referência em soluções para o agronegócio e para atender às demandas de setores como o sucroalcooleiro. A Agrishow é um importante momento para reforçarmos o nosso comprometimento em aplicar esse portfólio para apoiar os nossos clientes com as demandas no campo e a rentabilidade nos negócios. Por isso, nós escolhemos a Agrishow para fazer a primeira apresentação deste autônomo da Nova Geração ao grande público. Também trouxemos nossas soluções a gás e biometano, que têm enorme potencial na cadeia sucroalcooleira e do agronegócio. A Scania está investindo muito forte no desenvolvimento de soluções alternativas ao diesel. Assumimos o compromisso de liderar a transição para um sistema de transporte mais sustentável e este autônomo é mais um passo nesta jornada”, afirma Fabrício Vieira, gerente de Vendas de Soluções Off Road da Scania no Brasil.
“Este caminhão é vocacionado para o serviço de transbordo da cana e ajuda a reduzir possíveis perdas no processo de colheita. A automação é nível 2, ou seja, necessita da interação do motorista para realizar acelerações, frenagens e manobras”, diz Paulo Genezini, gerente de Pré-Vendas da Scania no Brasil. “O veículo é completo, tem pneus de alta flutuação (mais largos), para não compactar a lavoura e utiliza a automação com georreferenciamento que, recebendo sinais do satélite, operará no trajeto desejado sem a intervenção do motorista ao volante, além de reduzir perdas por pisoteamento de plantas durante a colheita e oferecer significativa economia de combustível”, completa Genezini.
“A linha off road XT da Nova Geração de caminhões está se destacando por oferecer o menor custo total da operação por quilômetro rodado do mercado. Estamos ainda mais especializados no DNA off road”, conta Fabricio Vieira. A Nova Geração continua um sucesso absoluto com até 20% de economia de combustível sobre a gama anterior.
Para 2022, a Scania apresenta otimismo moderado nos mercados em que atua. As projeções para o mercado fora de estrada apostam em mais um ano forte na mineração, cana, construção-civil e madeira. Em 2021, o volume Scania chegou a 1.007 unidades vendidas. Nos caminhões rodoviários pesados, o agronegócio continuará como principal impulsionador da demanda. Nos motores, há tendência de alta para o segmento industrial e de manter o mesmo patamar de 2021 nos propulsores de geração de energia, com aumento da procura por soluções a gás. Já em Serviços, se projeta um novo ano recorde nas vendas dos programas de manutenção (PMS).
“Em 2022, pretendemos chegar a quase 70 mil veículos conectados, alta superior a 30%, inaugurar 15 pontos de atendimentos, continuar a padronização e digitalização da rede e elevar a participação de PMS nos veículos novos de 55% para 65%, sendo 70% deste total de planos flexíveis”, salienta Pietro Nistico, gerente de Desenvolvimento da Rede Scania. “Queremos crescer na fidelização da carteira, pois nossa combinação de plano de manutenção e conectividade propicia uma economia operacional de até 25% nos custos de reparos e de 15% com combustível. O cliente faz ainda mais contas e baseado nos índices acima vê na prática a diferença de usar a concessionária e ter plano contratado. Analisa qual tipo de gestão traz a máxima disponibilidade da frota. Por isso, as soluções Scania têm sido muito bem aceitas, especialmente o PMS Premium Flexível Uptime, o mais completo serviço já disponibilizado no país.”
Ainda sobre 2022, a Scania terá grandes desafios. O principal será sedimentar o terreno para a chegada das linhas de caminhões e ônibus com tecnologia para atender aos requisitos da fase P8 do Programa de Controle da Poluição do Ar por Veículos Automotores (Proconve), ou Euro 6, a partir de 1.º de janeiro de 2023.
A linha Euro 6 terá uma eficiência energética ainda melhor. Por falar neste tema, as pioneiras soluções a gás e biometano da Scania, plenamente viáveis para o mercado brasileiro, têm enorme potencial na cadeia sucroalcooleira e do agronegócio, justamente o palco da Agrishow. O biometano, combustível 100% sustentável, pode ser gerado de diversas fontes (vinhaça, restos de culturas agrícolas, fezes de animais e resíduos da agroindústria e do lodo sanitário urbano). A ABiogás (Associação Brasileira do Biogás) está animada com o crescimento da cadeia de biogás e biometano neste e nos próximos anos. Projeções falam da atração de investimentos privados de R? 300 milhões para 16 projetos com potência total de 29 MW.
Para a entidade, o potencial do biometano no Brasil pode chegar a mais de 100 milhões de metros cúbicos/dia, o que poderia substituir quase 70% do diesel consumido, sendo 45% vindo da cana-de-açúcar.
Caminhão com automação nível 2 por georreferenciamento para transbordo
O desenvolvimento deste Scania autônomo da Nova Geração de caminhões surgiu como uma oportunidade para atender uma demanda do mercado, que busca cada vez mais alternativas de gestão eficiente em aplicações fora de estrada. A primeira demonstração será realizada na Cocal, após a Agrishow, e seguirá até o final de 2022.
A gama do autônomo para transbordo tem opções do P 280 nas configurações de roda 6x4 e 8x4 movidas a diesel e também uma versão 6x4 a gás e/ou biometano.
“Quando comparamos nosso autônomo aos tratores, constatamos que o consumo de combustível se mostrou menor propiciando a máxima produtividade agrícola, mais facilidade nas manobras, boa estabilidade em terrenos em declive e excelente vedação da poeira na cabine”, explica Genezini. “A caixa de carga dispõe de capacidade nominal aproximada de 21,5 toneladas, equivalente a meia caixa do rodotrem. Nesta condição, durante as descargas, não sobrará restos no transbordo, o que reduzirá o risco de perda de cana pelo chão. As alternativas de bitolas são de 2,40m e 3 m, esta em desenvolvimento e que necessita de consulta e análise da operação do cliente, para colher duas linhas de cana.”
O robusto eixo traseiro tem capacidade máxima de tração (CMT) para 150 toneladas. O peso bruto total (PBT - soma dos pesos do caminhão, do implemento e da carga em ordem de marcha) chega a 50 toneladas.
O autônomo Scania P 280 8x4 está equipado com caixa de câmbio automatizada Optcruise de 14 velocidades, sendo duas marchas superlentas, o que atribui excelente performance de aceleração para operar em perfeita sintonia com a colhedora de cana.
O motorista encontra um ambiente de trabalho ergonômico e confortável, banco com suspensão pneumática, ar condicionado e a cabine está fixada ao chassi em quatro pontos com suspensão a mola, o que garante uma condução mais macia nos solavancos. Para uma melhor visualização da operação há dois espelhos retrovisores angulares, um no auxílio ao elevador da colhedora, durante o carregamento, e o outro na descarga junto ao rodotrem.
Estande de 600 metros quadrados
Os caminhões expostos no espaço da Scania são os rodoviários R 500 6x2, R 540 6x4 e R 410 6x2 – movido a gás natural liquefeito (GNL). Além do DNA 100% fora de estrada do G 410 6x4 XT (movido a gás e/ou biometano).
O R 500 6x2 é vocacionado a puxar bitrem no transporte de grãos e desenvolve torque de 2.550Nm, oferece 500cv de potência e 78 toneladas de capacidade máxima de tração (CMT). O R 540 6x4 é equipado com motor de 540 cavalos, desenvolve torque de 2.700Nm, é indicado para transportar rodotrens e tem capacidade máxima de tração (CMT) de 78 t. O R 410 6x2 – movido a gás natural liquefeito (GNL) tem autonomia entre 1.100 a 1.200 km, 2.000Nm de torque, 410cv de potência e CMT de 78 t. O tanque para receber o gás liquefeito possui uma estrutura criogênica, que mantém o combustível líquido e em baixa temperatura. Ele funciona como uma garrafa-térmica, por exemplo, para manter tudo funcionando dentro do recomendado para que não haja perda do combustível. Os três caminhões podem ser usados no escoamento do produto acabado (açúcar e etanol), carga granel, carga viva, volumosa e grãos.
Já na área exclusiva da marca para testes de direção estão o autônomo P 280 8x4 e um modelo a gás de DNA 100% fora de estrada G 410 6x4 XT. O G 410 6x4 XT movido a gás e/ou biometano se apresenta como uma excelente alternativa aos modelos a diesel utilizados no transporte de produtos da cadeia sucroalcooleira e do agronegócio. Ele dispõe de 410cv de potência, desenvolve torque de 2.000Nm e capacidade máxima de tração (CMT) de 150 toneladas.
Linha Scania a gás: seguros e viáveis
Os pioneiros caminhões pesados Scania movidos a gás (natural e/ou biometano) são vocacionados para médias e longas distâncias. Seus motores Ciclo Otto (o mesmo conceito dos automóveis) são movidos 100% a gás natural e/ou biometano, ou mistura de ambos. Os motores não são convertidos do diesel para o gás, têm garantia de fábrica, tecnologia confiável e desempenho consistente e força semelhante ao diesel. Além de serem mais silenciosos. As potências são: 280, 340 ou 410 cavalos.
A segurança é total em caso de acidentes ou explosão. Os cilindros e válvulas são certificados pelo Inmetro (em conformidade com a lei). São três válvulas (vazão, pressão e temperatura) que liberam o gás em caso de anomalia em um destes três quesitos. Os cilindros são extremamente robustos (o material é de ogivas de mísseis). Em caso de incêndio ou batida, o gás é liberado para a atmosfera e se dissolve sem perigo de explosão ao contrário de um veículo similar abastecido a diesel, que é mais perigoso, pois o líquido fica no chão ou em cima do caminhão.
Serviços
Serviços Dedicados
É uma solução criada pela Scania para implementar uma oficina exclusiva dentro da instalação dos clientes. Os grandes benefícios são: maior disponibilidade dos veículos, redução e controle dos custos operacionais, mão de obra capacitada Scania, uso de peças genuínas, ferramentas e equipamentos adequados para execução dos serviços, garantia e qualidade dos serviços executados, métodos e processos padronizados e agilidade na solução de problemas. Tudo para manter o cliente com o foco no seu negócio, que é transportar.
Programa de Manutenção Scania Premium Flexível Uptime
O Programa de Manutenção Scania Premium Flexível Uptime mantém todas as vantagens do pioneiro PMS Premium Flexível e da conectividade pelo pacote Desempenho (o mais completo) com a exclusiva Avaliação do Motorista, que entrega a pontuação individual de cada condutor e recomendações de ações de aperfeiçoamento da direção, para economizar combustível e reduzir o desgaste de componentes e pneus. Após o sucesso dos inéditos planos flexíveis (2017), a Scania lançou na Fenatran 2019 o PMS Premium Flexível, que reduz em até 25% o custo total da manutenção. Ele contempla as manutenções preventivas e as corretivas de forma individualizada e personalizada e que influencia também diretamente na disponibilidade pois há menos paradas para manutenções.
O cliente paga apenas pela quilometragem rodada (se não rodou, não paga) e pode diminuir ainda mais o custo por quilômetro se reduzir o consumo de combustível. Gastou menos, desembolsa menos. A análise é feita por meio de uma tabela estimada de preço por km por faixa de consumo.
A Control Tower atua na gestão ativa da eficiência do fluxo das oficinas e dos processos de manutenção da rede Scania para que o veículo retorne à operação o mais rápido possível garantindo até 30% de redução no tempo de parada. Em razão disso, além de o veículo com PMS Flexível já parar menos para manutenções, as paradas também serão ainda mais ágeis.
O primeiro passo foi criar um mapeamento e definir cercas virtuais nas áreas de cobertura das Casas Scania em todo o país. Essas geocercas identificam que o caminhão conectado do cliente PMS Premium Flexível Uptime entrou nesta região para realizar uma manutenção preventiva ou corretiva e a equipe técnica da Control Tower Scania é notificada para iniciar o monitoramento e acompanhar indicadores de tempo desde o processo de recebimento do veículo, abertura e fechamento da ordem de serviço até a liberação da oficina e saída da concessionária.
O controle atua proativamente com a Casa Scania quando há qualquer risco de atraso na manutenção, com suporte técnico, diagnósticos rápidos e precisos para entregar o caminhão dentro do menor tempo possível. Por isso, o cliente não precisa ter contato com a Control Tower que atua na fábrica e suporta as Casas Scania.
Após a conclusão do atendimento, indicadores de disponibilidade são gerados para o acompanhamento da performance da manutenção. Essa gestão compartilhada mostrará frequentemente ao cliente, via relatórios, como está a frota monitorada em termos de disponibilidade mecânica ou física em relação à manutenção Scania. Por isso, a Control Tower se torna essencial para o transportador manter sua logística rentável. Estão garantidos redução de custo e aumento de receita, e de forma gratuita para quem já é premium flexível e aos futuros novos interessados.
Outra vantagem está na opção de aumento da cobertura de itens que não estão inclusos no PMS Premium Flexível. O cliente pode customizar a cobertura do plano, adicionando as manutenções preditivas, baterias ou peças de acabamento do veículo. Dessa forma, o cliente ganha tempo no atendimento e sem necessidade de aprovações destes orçamentos, laudos técnicos e serviços na oficina, usufruindo das vantagens dos preços acordados no PMS. Graças a isso, o veículo ficará menos tempo parado nas oficinas e os proprietários menos ocupados em tratar de processos administrativos.
Conectividade
O pacote Análise, que é gratuito por 10 anos, oferece relatórios semanais e mensais. Já o Desempenho, que oferece um custo muito competitivo no mercado, permite acompanhamento em tempo real tanto do veículo como da forma de condução, individualmente, e garante um retorno imediato do investimento. Por meio dos Serviços Conectados, os dados são enviados por um módulo (Communicator), instalado de fábrica nos modelos desde 2016. O pacote Avaliação do Motorista sendo parte do pacote Desempenho por um custo ainda mais competitivo é uma ferramenta essencial focada no acompanhamento e gestão dos hábitos de condução.
Os Serviços Conectados são uma maneira inteligente de fazer a gestão da frota e controlar os custos operacionais. Os dados são disponibilizados online para a Scania e sua rede. Trata-se de um trabalho de apoio para quem usa veículos Scania, para reduzir gastos, aumentar o tempo do veículo rodando e tornar o serviço mais rentável.
Scania FIT
Os Serviços Conectados também dispõem de uma ferramenta revolucionária, que opera sob o conceito de inteligência de frotas. Por meio do Scania FIT (na tradução do inglês Ferramenta de Inteligência de Frotas), o cliente usa a conectividade para mensurar o potencial de economia dos veículos, além de avaliar a situação atual de cada um e as ações que devem ser tomadas para melhorar o consumo de combustível. O FIT funciona com base nos dados operacionais de milhares de veículos conectados da marca. Ele mensura o desempenho da frota do cliente e o compara a dados de operações similares, para avaliar o estilo de condução. São analisados cinco parâmetros: marcha lenta, inércia, condução em trecho de serra, antecipação e freadas bruscas.
Toda essa análise resulta em uma avaliação geral da frota, classificando a eficiência de A a E. De posse desses dados e dos fatores operacionais, a Scania consegue estimar o potencial máximo de redução de consumo de combustível. Além disso, é possível indicar a redução de impacto ambiental por meio da diminuição de emissões de CO2.
Driver Services
A boa performance e a direção do motorista fazem a diferença no custo total da operação. Para auxiliar o transportador a manter seus condutores operando da forma mais econômica, segura e rentável e fazendo uso da tecnologia do veículo, a Scania oferece os serviços aos motoristas. Há uma potencial redução real de 6% no consumo de combustível. Isso representa 110 milhões de litros de combustível por ano que poderiam ser efetivamente economizados. As opções incluem aulas teóricas e práticas e até métodos de coaching, baseados nos hábitos de condução econômica.
Pacote fora de estrada XT
O pacote XT, formado por componentes específicos para pisos irregulares e também indicados para aplicações fora de estrada, torna a operação ainda mais dedicada e customizada. Ele pode ser incorporado nas cabines P, G, R e S. Há opções de alturas de teto diferentes, eixos e suspensões de molas ou pneumáticas para condições extremas, pedal de embreagem para a caixa automatizada Opticruise (quando necessário), freio de estacionamento elétrico e soluções adaptadas para cada aplicação. A proposta é levar o cliente do segmento a desafios ainda maiores de carga transportada versus produtividade versus hora trabalhada, e robustez.
O Scania XT se caracteriza por atributos de grande visibilidade, como uma frente extremamente robusta e funcional. Para o mercado fora de estrada, os segmentos-foco continuam a construção-civil, mineração, madeireiro e canavieiro. Todas as opções de potências estão disponíveis para a linha XT. As trações 6x4 e 8x4, as campeãs de demandas, estão ainda mais prontas para atender as necessidades dos clientes.
No estande da Scania, estão à disposição para o atendimento aos visitantes as equipes de vendas, serviços e serviços financeiros (Scania Banco – financiamentos e seguros – e Consórcio Scania) das Casas Scania Escandinavia, Quinta Roda e Codema.

Comentários

Envie seu comentário para ser publicado

Ao preencher o formulário, autorizo a utilização dos meus dados para envio de comunicações relacionadas aos meus interesses e concordo com a Declaração de Privacidade.
* Você pode revogar seu cadastro a qualquer momento.

Leia também:


A Scania é líder mundial de soluções de transporte. Juntamente com nossos parceiros e clientes, estamos liderando a transformação para um sistema de transporte sustentável. Em 2017, entregamos 82.500 caminhões, 8.300 ônibus, e 8.500 motores industriais e marítimos para nossos clientes. A receita líquida alcançou quase 120 bilhões de coroas suecas, dos quais cerca de 20% eram relacionados a serviços. Fundada em 1891, a Scania opera em mais de 100 países e emprega cerca de 49.300 pessoas. Pesquisa & Desenvolvimento estão concentrados na Suécia, com filiais no Brasil e na Índia. A produção ocorre na Europa, América Latina e Ásia, com centros regionais de produção na África, Ásia e Eurásia. A Scania faz parte da TRATON AG. © Copyright Scania 2018 All rights reserved. Scania Brasil, Av. José Odorizzi, 151 - Vila Euro, São Bernardo do Campo. SP. Tel: +55 11 4344-9333