Jornada Scania







[ Soluções de Transporte ] -- 21/10/2020
[ Texto: 528 - Comunicação com Propósito / Fotos: Scania ]

Questão de escolha

Posto Bem Vindo investe em 32 novos caminhões Scania para atender a crescente demanda dos setores de exportação e construção civil.
“Nosso setor está muito aquecido. Se continuar assim, minha expectativa é que em fevereiro ou março do próximo ano eu tenha que comprar mais uma remessa de caminhões porque vou ter demanda de trabalho e necessidade de aumento da frota. E se isso acontecer, com certeza minha escolha será Scania.” Otimismo faz parte do dia a dia de Volnei Mees, sócio-diretor do Posto Bem Vindo. É dele esse depoimento que anima até mesmo quem não é do setor de transportes como ele. E o que mais impressiona é que o empresário acabou de receber 32 novos veículos Scania: 26 R 450 6x2, quatro R 500 6x4 e dois R 540 6x4. Desse total, 10 unidades são para renovação da frota e os demais chegam para ampliar a gama de veículos da transportadora, composta por mais de 200 caminhões.
É com a ajuda dessas máquinas que a empresa contabiliza um volume médio de transporte de 1.200 a 1.500 cargas por mês. E entre os principais produtos transportados estão a celulose, que sai da matriz do cliente, em Mato Grosso do Sul, em direção aos portos da região Sul do Brasil para exportação, e cimento, que abastece a indústria da construção civil da região e também é levado para os centros de distribuição dos clientes que a empresa atende no Rio Grande do Sul.
“Hoje as áreas de exportação e construção civil estão em alta, então estava faltando veículo para atender a quantidade de carga. Foi o que fez com que a gente comprasse. O nosso setor está 100%, alguns ainda estão tendo que se adaptar, mas o transporte não parou”, comenta Volnei.
Para se ter uma ideia, a celulose ocupou, no período de janeiro a agosto de 2020, o quarto lugar no ranking das exportações da Indústria de Transformação e o sétimo no ranking das exportações totais do Brasil segundo o Comex Stat, o sistema para consultas e extração de dados do Ministério da Indústria, Comércio Exterior e Serviços*.
Pacote completo
Esse movimento do mercado fez com que a empresa investisse não só em caminhões, mas nas soluções completas de transporte da Scania. “A nossa parceria com a Scania vem desde 2010. No início, usávamos apenas o Banco Scania, que sempre foi impecável conosco. Agora, ampliamos para os demais serviços. Fizemos Seguro Scania para nossos novos caminhões e fechamos o Plano de Manutenção Standard. A grande vantagem é que, independentemente do local do Brasil onde o caminhão estiver, sabemos que é só o motorista parar em qualquer concessionária que o veículo será atendido para revisão ou outro serviço, sem burocracia. A Casa executa o que precisa ser feito e pronto. É muito mais rápido e logo o caminhão está na estrada de novo. Estamos supercontentes”, explica Volnei.
“Além do financiamento pelo Scania Banco, do Programa de Manutenção Preventiva da Scania e do Seguro para a frota, o Posto Bem Vindo também fechou conosco cotas do Consórcio Scania para investir na renovação de sua frota posteriormente. Isso só comprova o quanto ele realmente confia em nosso pacote completo de soluções”, complementa Tiago Oliveira, Gerente de Vendas do Grupo Mevepi, que tem sua matriz em Itajaí (SC).
Na ponta do lápis
Mas outro motivo também deixa Volnei bastante otimista e feliz com essas escolhas. É que aliado à disponibilidade do veículo nas estradas e às soluções completas que a Scania oferece está o resultado em economia de combustível que os caminhões da marca registram, que de acordo com Volnei, chegam a 10%. “A Nova Geração é muito econômica e os caminhões são muito bons para os motoristas. Até eles elogiam. Nosso principal foco é a economia e atualmente alcançamos 10% de redução no consumo, o que é um ótimo número principalmente hoje com o preço que está o combustível”, afirma.
Para ele, essa economia também se reflete lá na frente, no momento da revenda. “Quando você compra um Scania pode até pagar um pouco mais caro, mas na hora em que vai vender vale muito a pena porque é o usado mais valorizado do mercado. Então a diferença se paga. Essa é uma das razões que me fazem investir em Scania. E, claro, porque a marca é muito boa também”, revela o empresário.
Visão de futuro
De certo que parte desses ensinamentos vieram do dia a dia e também do pai, Vergilino Mees, que já viveu um bom tempo na boleia do caminhão até montar seu próprio negócio – o Posto Bem Vindo. “Meu pai sempre foi caminhoneiro. Antes de ter o posto, ele carregava cebola. Comprava o produto, ia para São Paulo com o caminhão cheio, vendia e voltava para o Sul. Foi ele que fundou a empresa, em 1993. No começo, só tínhamos truque, depois fomos trocando por carreta, aumentando a frota e aprimorando para estar no mercado e não ficar para trás dos concorrentes”, relembra Volnei, que hoje faz a gestão dos negócios ao lado do pai e de outros três irmãos.
Desde então, a empresa segue em crescimento, com foco no setor de abastecimento e transportes. E no que depender do que o próprio segmento sinaliza, ainda vem muito mais por aí.
Fonte:
Ministério da Indústria, Comércio Exterior e Serviços
http://comexstat.mdic.gov.br/pt/home

Comentários

Envie seu comentário para ser publicado


Leia também:


A Scania é líder mundial de soluções de transporte. Juntamente com nossos parceiros e clientes, estamos liderando a transformação para um sistema de transporte sustentável. Em 2017, entregamos 82.500 caminhões, 8.300 ônibus, e 8.500 motores industriais e marítimos para nossos clientes. A receita líquida alcançou quase 120 bilhões de coroas suecas, dos quais cerca de 20% eram relacionados a serviços. Fundada em 1891, a Scania opera em mais de 100 países e emprega cerca de 49.300 pessoas. Pesquisa & Desenvolvimento estão concentrados na Suécia, com filiais no Brasil e na Índia. A produção ocorre na Europa, América Latina e Ásia, com centros regionais de produção na África, Ásia e Eurásia. A Scania faz parte da TRATON AG. © Copyright Scania 2018 All rights reserved. Scania Brasil, Av. José Odorizzi, 151 - Vila Euro, São Bernardo do Campo. SP. Tel: +55 11 4344-9333