Jornada Scania
Utilizamos apenas os cookies do Google Analytics para analisar nosso tráfego. Ao clicar em "Aceito", você concorda em dar seu consentimento para que todos os cookies sejam usados e as informações sejam compartilhadas com o Google Analytics.







[ Soluções de Transporte ] -- 19/09/2022
[ Texto: Assessoria de Imprensa Scania / Fotos: Scania ]

Um marco para os transportes eletrificados

Em junho de 2022, a Scania apresentou a Nova Geração de caminhões BEV (veículos elétricos a bateria) em um evento online que despertou muito interesse entre os seus clientes potenciais. Ao oferecer cabines das linhas R e S (mais espaço, conforto e piso plano para os motoristas de longas distâncias) com duas saídas de potência e uma ampla gama de distâncias de eixo -- cobrindo cavalos mecânicos e chassis rígidos --, o panorama de cobertura de caminhões BEV se tornou muito maior. Os dois diferentes níveis de potência estão disponíveis com até 624 kWh de baterias instaladas, o que significa que um caminhão de 40 toneladas pode alcançar uma autonomia de até 350 km. Juntos, esses números abrem caminho para uma variedade de aplicações para veículos no segmento urbano/regional.
A Nova Geração de caminhões BEV, com emissão zero, nas cabines R ou S, oferece 400 ou 450 kW de potência, suficientes para uma ampla diversidade de aplicações. O que primeiro vem à mente pode ser o transporte regional de longas distâncias (com pesos brutos de até 64 toneladas), mas as distâncias de eixo disponíveis e a potência do motor -- 450 kW equivalentes a aproximadamente 610 hp -- mostram o potencial para muitas demandas diferentes de operações de transporte. O uso de caminhões com emissão zero não está mais fora de alcance, especialmente porque, de uma perspectiva da economia operacional total, eles podem superar os veículos diesel.
“A introdução desses caminhões, em junho de 2022, foi um marco importante para nós e para nossos clientes”, diz Fredrik Allard, vice-presidente global sênior e chefe de Eletrificação da Scania. “Agora podemos oferecer soluções para vários perfis de clientes e aplicações, o que significa que a transformação do ecossistema de transporte em mais sustentável está ganhando velocidade. Temos a variedade de recursos e soluções elétricas que nossos clientes e o setor de transporte desejam.”
A Nova Geração de caminhões BEV da Scania é baseada em características clássicas da marca sueca, como modularidade de produção, sustentabilidade e economia operacional total, com potencial para superar o que se pode esperar de veículos com motores a combustão. A Scania também fez todo o trabalho de digitalização necessário para oferecer soluções completas aos novos caminhões elétricos, com serviços como pagamento, financiamento, carregamento, seguro e planos de manutenção bem preparados.
“Acreditamos que essas adições servirão como plataforma de lançamento para uma transição para todos os tipos de clientes, incluindo aspectos importantes como uma parceria próxima e uma meta de zero emissões”, afirma Allard. “Os clientes que desejam assumir o controle e começar a fazer uma mudança gradual podem agora obter o que precisam do amplo portfólio de soluções da Scania.”
A próxima geração de caminhões eletrificados da Scania está disponível para ambos modelos rígidos/plataforma e cavalo mecânico e carreta. Os alcances esperados variam de acordo com o peso, a configuração e topografia. Uma combinação de cavalo e carreta 4x2 de 40 toneladas com seis baterias pode atingir até 350 km entre cada carregamento, com base em uma velocidade média de 80 km/h nas rodovias. Uma típica combinação “nórdica” de 64 toneladas pode alcançar uma autonomia de aproximadamente 250 quilômetros nas mesmas condições.
Caminhões com rotas fixas também podem se beneficiar do carregamento planejado em seu centro de distribuição e/ou em seu destino regular de entrega. Ter uma oportunidade de carregamento das baterias por dia -- por exemplo, durante o tempo de descanso obrigatório de 45 minutos do motorista (padrão Europa) -- ajudará a apoiar caminhões com um padrão operacional mais flexível, possibilitando que um basculante, por exemplo, circule livremente durante o dia nas áreas metropolitanas (isso se a autonomia de 350 km com que provavelmente comece o dia não for suficiente).
“O portfólio eletrificado da Scania atingiu agora o ponto em que temos ofertas atrativas para muitos clientes diferentes”, diz Allard. “Temos híbridos para certas aplicações, como um ponto de entrada para a jornada da eletrificação. Com a adição dos dois novos BEVs, podemos oferecer soluções competitivas, incluindo serviços para qualquer modelo entre caminhões de distribuição de 16 toneladas até operações regionais de longas distâncias, e veículos de 64 toneladas transportando madeira. Isso é atraente para os clientes que buscam emissões zero e baixos custos de operação.”
Os novos caminhões BEV da Scania podem ser encomendados como cavalos mecânicos 4x2 ou chassi rígidos 6x2*4. A configuração de rodas 4x2 necessitará de uma distância de eixo de 4.150 mm ao transportar seis baterias, sendo beneficiado pela lei do ‘Aumento da Dimensão do Veículo’, vigente na Europa. Caminhões com peso bruto total de até 64 toneladas, conforme a combinação típica nórdica, podem ser utilizados no chassi rígido 6x2.
A capacidade de carregamento das baterias é de até 375 kW, o que significa que uma hora de carga adiciona cerca de 270 a 300 km de alcance, como regra geral. O nível de potência contínua para um Scania 40 R ou S é de 400 kW (equivalente a 560 cavalos), enquanto um Scania 45 R ou S oferece 450 kW (cerca de 610cv). A nova geração de caminhões eletrificados Scania já pode ser encomendada e a produção vai começar no quarto trimestre de 2023.
“Vemos o crescente interesse e demanda de clientes que desejam enfrentar os desafios globais relacionados às emissões de CO2”, comenta Allard. “A Scania é um parceiro importante para eles, pois temos uma sólida herança em sustentabilidade e soluções completas. E, com o tipo de progresso que vemos em relação ao desenvolvimento de uma infraestrutura de carregamento das baterias, espero receber ainda mais interesse nos próximos anos. Uma grande transição para um ecossistema de transportes rodoviários livres de combustíveis fósseis está em andamento.”
Estação MCS no espaço Scania na IAA
Em seu estande, a Scania irá mostrar um protótipo para uma estação do Sistema de Carregamento de Megawatts (MCS, do inglês Megawatt Charging System), fornecida pela aliança CHARIN. O padrão MCS tem o objetivo de permitir o carregamento de alta potência com 1 MW ou mais. Isso torna possível carregar caminhões de longa distância dentro do intervalo obrigatório de 45 minutos de descanso para os motoristas (padrão Europa). O formato ideal para esse sistema de cobrança ainda não foi totalmente decidido. Entre as ambições estão um plugue condutor único com alta segurança. A interface pode ser automatizada com a ajuda de uma posição padronizada do veículo e deve permitir a comunicação V2X bidirecional, ou seja, que permite a conexão para modelos elétricos ou híbridos tanto para se carregar como para enviar a eletricidade de volta à rede e suprir demandas (veículo para rede, etc.).
A disponibilidade das soluções de carregamento CCS (padrão de hoje) e MCS é realmente crucial para os clientes europeus que desejam começar a investir em caminhões BEV em maior escala. A Scania associou-se a vários parceiros globais para oferecer localmente soluções individuais personalizadas. E a Traton, empresa controladora da Scania, formou uma joint venture com a Volvo Group e a Daimler Truck para construir uma rede de infraestrutura de carregamento público para veículos elétricos pesados na Europa.

Comentários

Envie seu comentário para ser publicado

Ao preencher o formulário, autorizo a utilização dos meus dados para envio de comunicações relacionadas aos meus interesses e concordo com a Declaração de Privacidade.
* Você pode revogar seu cadastro a qualquer momento.

Leia também:


A Scania é líder mundial de soluções de transporte. Juntamente com nossos parceiros e clientes, estamos liderando a transformação para um sistema de transporte sustentável. Em 2017, entregamos 82.500 caminhões, 8.300 ônibus, e 8.500 motores industriais e marítimos para nossos clientes. A receita líquida alcançou quase 120 bilhões de coroas suecas, dos quais cerca de 20% eram relacionados a serviços. Fundada em 1891, a Scania opera em mais de 100 países e emprega cerca de 49.300 pessoas. Pesquisa & Desenvolvimento estão concentrados na Suécia, com filiais no Brasil e na Índia. A produção ocorre na Europa, América Latina e Ásia, com centros regionais de produção na África, Ásia e Eurásia. A Scania faz parte da TRATON AG. © Copyright Scania 2018 All rights reserved. Scania Brasil, Av. José Odorizzi, 151 - Vila Euro, São Bernardo do Campo. SP. Tel: +55 11 4344-9333