Jornada Scania
Utilizamos apenas os cookies do Google Analytics para analisar nosso tráfego. Ao clicar em "Aceito", você concorda em dar seu consentimento para que todos os cookies sejam usados e as informações sejam compartilhadas com o Google Analytics.







[ Sustentabilidade ] -- 02/02/2024
[ Texto: 528 Comunicação Com Propósito, Assessoria de Imprensa Scania Brasil / Foto: Scania ]

Scania, Eneva e Virtu GNL lideram projeto de corredor logístico verde

Inovação sustentável nas estradas do Brasil: empresas firmaram contrato de aquisição de caminhões movidos a Gás Natural Liquefeito (GNL) e unem forças para a criação de um corredor logístico rodoviário do Nordeste ao Norte do país com emissões reduzidas de CO2
De um lado está a Eneva, a maior operadora privada de gás natural do Brasil. Do outro, a Virtu GNL, uma empresa especializada em transporte de gás natural liquefeito. E na terceira ponta dessa colaboração estratégica está a Scania, com a entrega do maior lote de caminhões movidos a GNL da América Latina. São 180 novos veículos a GNL para dar início a um projeto pioneiro: o primeiro corredor logístico rodoviário com emissões reduzidas de CO2, que se estenderá inicialmente do Nordeste ao Norte do país.
Com a Eneva fornecendo o GNL, a Scania liderando a inovadora solução de transporte e a Virtu GNL assumindo o papel de fornecedora de serviços logísticos de descarbonização e envolvendo a operação dos caminhões e postos de abastecimento, esta iniciativa promete reduzir as emissões de CO2 em mais de 20%, estabelecendo um novo padrão para a indústria.
“Esta operação viabiliza o mercado de corredores verdes, com caminhões movidos a GNL e que tem um potencial enorme de crescimento no país, além de contribuir de forma efetiva para a redução na intensidade total de emissões de CO2. A estimativa é alcançar uma redução de mais de 20% nas emissões em comparação com os modelos tradicionais”, enfatizou o CEO da Eneva, Lino Cançado.
Trata-se de um marco para o setor, evidenciando o impulso do transporte rodoviário de longa distância movido a GNL. E a Scania, como parceira escolhida nesse projeto, celebra o comprometimento com a sustentabilidade no transporte. “Ser a parceira escolhida para Eneva e Virtu darem esse passo extremamente importante para o transporte sustentável no país é motivo de orgulho e celebração, pois reforça que desenvolvemos soluções pensando em atender os clientes de acordo com cada necessidade, além de fortalecer o nosso propósito de liderar a transição para o transporte mais sustentável”, comenta Alex Nucci, Diretor de Vendas de Soluções da Scania Brasil. “Temos o maior portfólio do mercado em termos de combustíveis alternativos ao diesel, mas não deixamos de olhar para a rentabilidade do cliente, entregando também máxima eficiência energética”, completa.
Sustentabilidade na prática
Ao todo, são 180 veículos, o maior contrato de venda de caminhões a GNL já realizado na América Latina. Trinta unidades irão para a GNL Brasil, uma joint venture da Eneva com a Virtu, para atender aos contratos firmados pela empresa para a venda de GNL em pequena escala (SSLNG) para duas instalações industriais no Maranhão.
Os outros 150 foram adquiridos pela Virtu GNL e serão destinados a um novo serviço da empresa, que começa a partir de agosto de 2024. Os caminhões serão abastecidos com gás fornecido pela Eneva, produzido no mesmo estado.
“Este é um projeto pioneiro, o maior de descarbonização do transporte de longa distância. É uma solução logística disruptiva, sustentável e eficiente. Nessa primeira fase, a Virtu GNL implantará dois centros de descarbonização no estado do Maranhão, com investimento inicial de R$ 180 milhões para atuar como plataforma integrada no escoamento da produção. Mas o projeto da Virtu é bem mais ambicioso, prevê um investimento de R$ 5,6 bilhões e a operação de 5.300 mil caminhões”, explica José de Moura Júnior, CEO da Virtu GNL.
Os primeiros 30 caminhões, do modelo R 410 6x2 movidos a GNL, já estão prontos para inaugurar essa transformação nas estradas brasileiras, proporcionando uma autonomia de mais de 700 km. Equipados com dois tanques de 340 litros cada, esses veículos oferecem um desempenho robusto e eficiência energética, demonstrando que a sustentabilidade pode coexistir com a eficácia operacional. Os outros 150 caminhões são modelo R 460 6x4, também movidos a GNL, e serão entregues no segundo semestre de 2024.
Este projeto não apenas representa um marco para as empresas envolvidas, mas também para o Brasil, que poderá ver, aqui e agora, a transição para um transporte mais sustentável e consciente acontecer, na prática.

Comentários

Envie seu comentário para ser publicado

Ao preencher o formulário, autorizo a utilização dos meus dados para envio de comunicações relacionadas aos meus interesses e concordo com a Declaração de Privacidade.
* Você pode revogar seu cadastro a qualquer momento.

Leia também:


A Scania é líder mundial de soluções de transporte. Juntamente com nossos parceiros e clientes, estamos liderando a transformação para um sistema de transporte sustentável. Em 2017, entregamos 82.500 caminhões, 8.300 ônibus, e 8.500 motores industriais e marítimos para nossos clientes. A receita líquida alcançou quase 120 bilhões de coroas suecas, dos quais cerca de 20% eram relacionados a serviços. Fundada em 1891, a Scania opera em mais de 100 países e emprega cerca de 49.300 pessoas. Pesquisa & Desenvolvimento estão concentrados na Suécia, com filiais no Brasil e na Índia. A produção ocorre na Europa, América Latina e Ásia, com centros regionais de produção na África, Ásia e Eurásia. A Scania faz parte da TRATON AG. © Copyright Scania 2018 All rights reserved. Scania Brasil, Av. José Odorizzi, 151 - Vila Euro, São Bernardo do Campo. SP. Tel: +55 11 4344-9333