Jornada Scania







[ Acontece na Scania ] -- 18/10/2019

[ Texto: 528 - Comunicação com Propósito / Fotos: Scania ]

Parceria sustentável

A expectativa da Companhia de Gás de São Paulo – Comgás com a chegada do novo caminhão a gás da Scania no mercado brasileiro.
Muita gente ainda tem dúvida quando o assunto é abastecimento dos novos caminhões a gás da Scania. De onde virá esse combustível? A empresa tem alguns parceiros nessa jornada, como você já leu na nova edição da Revista e aqui no nosso blog. Mas, para saber mais sobre o tema, a Revista Jornada ouviu o Gerente Executivo da Área Industrial da Companhia de Gás de São Paulo – Comgás, Sérgio Pais, durante o Salão Internacional do Transporte Rodoviário de Cargas.
Na entrevista exclusiva, o executivo fala sobre a expectativa com a chegada do novo modelo da Scania no mercado brasileiro e conta como os clientes da companhia enxergam esse lançamento.
Qual a sua visão sobre a chegada do novo caminhão a gás da Scania no mercado brasileiro? Qual a expectativa da Comgás, como parceira da Scania nessa jornada de sustentabilidade no transporte?
A Scania teve uma iniciativa fantástica, chegou num momento adequado, em que normalmente os nossos clientes industriais, que têm como objetivo de reduzir a pegada de CO2, estão investindo nisso não só dentro da planta mas em toda a cadeia, seja no processo interno produtivo como também no transporte. Até porque muitas dessas indústrias multinacionais têm o compromisso internacional de utilizar como energia aquelas que não agridem o meio ambiente. O gás natural, efetivamente, pode trazer esse benefício para a sociedade e o transporte é fundamental nesse momento para que essa indústria consiga atingir as metas estabelecidas.
A Comgás já tem clientes potenciais, algum negócio em vista para ser concretizado?
Efetivamente, razão social, ainda não. Mas a gente vem trabalhando há algum tempo no setor industrial, com empresas que possuem frota própria de transporte, principalmente no interior de São Paulo, transportando matéria-prima para seu site, e que querem substituir efetivamente o diesel para o gás natural. E elas viram com bons olhos. Inclusive convidamos essas indústrias que são parceiras nossas há décadas para participar e virem aqui para a Fenatran visitar o estande da Scania.
A própria Comgás tem alguma demanda específica para os motores a gás da Scania?
Nesse caso específico, vi, ao fazer uma visita na Scania, com a diretoria da Scania, que existe um nicho que atende o mercado industrial para o transporte de carga da área industrial, principalmente transporte de raio de ação, não superior a 100km, levando matéria-prima dos segmentos de vidro e de revestimento cerâmico. Acho que há um potencial enorme ali, nesse setor, mas mais importante ainda é que as indústrias já têm hoje uma base de compressão dentro do seu próprio site que pode comprimir o gás natural para armazenar nos tanques de transporte.
Internamente a Comgás faz uso de alguma tecnologia ou produto Scania para suas próprias operações?
A nossa maior frota de operações é frota de passageiros, veículos leves, que já utilizam o gás natural como combustível. Para caminhões pesados, ainda não, pois a nossa frota não tem muitos caminhões pesados.

Envie seu comentário para ser publicado


Leia também:


A Scania é líder mundial de soluções de transporte. Juntamente com nossos parceiros e clientes, estamos liderando a transformação para um sistema de transporte sustentável. Em 2017, entregamos 82.500 caminhões, 8.300 ônibus, e 8.500 motores industriais e marítimos para nossos clientes. A receita líquida alcançou quase 120 bilhões de coroas suecas, dos quais cerca de 20% eram relacionados a serviços. Fundada em 1891, a Scania opera em mais de 100 países e emprega cerca de 49.300 pessoas. Pesquisa & Desenvolvimento estão concentrados na Suécia, com filiais no Brasil e na Índia. A produção ocorre na Europa, América Latina e Ásia, com centros regionais de produção na África, Ásia e Eurásia. A Scania faz parte da TRATON AG. © Copyright Scania 2018 All rights reserved. Scania Brasil, Av. José Odorizzi, 151 - Vila Euro, São Bernardo do Campo. SP. Tel: +55 11 4344-9333