Jornada Scania







[ Sustentabilidade ] -- 05/02/2021

[ Texto: Simone Leticia Vieira / Fotos: Scania ]

Rumo à operação mais verde

Grupo Charrua adquire mais seis unidades de caminhões Scania movidos a gás e avança na utilização de combustíveis alternativos em sua frota
Depois de ser consagrado como o primeiro cliente do Sul do Brasil a receber o caminhão a gás da Scania, o Grupo Charrua dá agora mais um importante passo para um setor de transporte mais limpo: seis novas unidades do R 410 6x2, mesmo modelo adquirido em 2020, chegam à Charrua Gás.
Mais do que ampliar a capacidade de transporte da empresa, uma das sete do Grupo Charrua, os novos caminhões cumprem uma missão especial. Ao se unirem ao veículo recebido no ano passado, tornam a operação da Charrua Gás mais sustentável. Abastecidos a gás natural veicular (GNV) e também carregados de gás natural, os Scania atenderão as demandas dos clientes do Grupo no Rio Grande do Sul, como indústrias e postos de combustível.
“Hoje a Charrua Gás é a única empresa com operação de transporte de gás natural no Brasil que carrega gás com caminhão movido 100% a GNV. As outras empresas do mercado têm veículos adaptados do diesel para o gás. Com os novos seis modelos tornamos a operação da Charrua totalmente limpa”, afirma Flavio Aluísio Rudiger, Diretor de Logística e Transportes do Grupo.
Por um transporte mais limpo
A decisão pelo investimento foi motivada por um conjunto de importantes aspectos: os bons resultados alcançados com o primeiro R 410 a gás, que entrou em operação em junho de 2020; a sustentabilidade do veículo e da operação, que se torna a primeira neste segmento de atuação a ser 100% movida a Gás; e o pioneirismo do Grupo, sempre atento às inovações do mercado e do setor de transportes - até porque, como bem disse o fundador e proprietário do Grupo Charrua, Elvidio Eckert, “o segredo é não parar nunca!”.
“Essa solução da Scania é muito rentável e a melhor que temos disponível aqui e agora para a sustentabilidade do transporte. Fizemos testes com o nosso primeiro veículo a gás na cidade de Esteio (RS), onde temos a sede da Charrua Gás, e durante a inspeção verificamos a saída da descarga do caminhão com um filtro de papel. O modelo a gás simplesmente não sujou o filtro. É muito gratificante para nós, como clientes, ter um caminhão que funciona exatamente como a Scania fala. Isso mostra na prática o que a marca vem comentando desde o início e reforça o que nós, transportadores, queremos ver e fazer acontecer”, destaca Rudiger.
O abastecimento dos sete caminhões será feito pelo próprio Grupo Charrua. Mas Rudiger não descarta a possibilidade de, em um futuro – que, espera-se, seja próximo – os veículos serem abastecidos com biometano. “Já estamos em busca de parceiros para fazer essa distribuição. Ainda não temos nenhum projeto adequado para as nossas necessidades, por isso iremos abastecer apenas no gás por enquanto”, revela o diretor do Grupo. “Entendo que o gás tem muito para crescer. O Brasil é um país que tem bastante gás para ser colocado no mercado e hoje não está usando todo o seu potencial. Mas acredito que a tendência é que neste ano e no próximo essa cadeia melhore”, completa, otimista.
Inovação gera inspiração
Este novo capítulo que a Charrua começa a escrever na história do transporte tem, inclusive, inspirado outras empresas. “Temos empresários conhecidos, que fazem transporte de celulose para exportação e estão sendo cobrados por soluções mais sustentáveis até mesmo por empresas de fora do Brasil. Eles vieram nos perguntar sobre a experiência com o Scania a gás e sobre esta decisão de tornar nossa operação mais sustentável. Com base no nosso relato, estão dando os primeiros passos para implementar a solução a gás em sua logística e provavelmente a Charrua irá instalar um ponto de abastecimento para atender a demanda desse cliente. É um ciclo benéfico para todos”, conta Rudiger.
É exatamente esse o propósito da jornada da Scania: se inspirar e ser inspiração, beneficiar empresas, sociedade, meio ambiente, promover novos encontros e parcerias, e, principalmente, ser parte da solução para um mundo dos transportes mais limpo. “A Scania está empenhada em apoiar seus clientes com soluções rentáveis que contribuam com a sustentabilidade nos âmbitos econômico, ambiental e social. O objetivo das empresas é a transição para um sistema de transporte mais sustentável e a Scania vem liderando esta transformação. Para nós, não existe apenas um modelo sustentável e cada país adotará as tecnologias que melhor se encaixam em sua realidade. Para o Brasil, o ‘Aqui e Agora’ é o caminhão movido a GNV e/ou biometano”, finaliza Roberto Barral, Vice-Presidente das Operações Comerciais da Scania no Brasil.

Envie seu comentário para ser publicado


Leia também:


A Scania é líder mundial de soluções de transporte. Juntamente com nossos parceiros e clientes, estamos liderando a transformação para um sistema de transporte sustentável. Em 2017, entregamos 82.500 caminhões, 8.300 ônibus, e 8.500 motores industriais e marítimos para nossos clientes. A receita líquida alcançou quase 120 bilhões de coroas suecas, dos quais cerca de 20% eram relacionados a serviços. Fundada em 1891, a Scania opera em mais de 100 países e emprega cerca de 49.300 pessoas. Pesquisa & Desenvolvimento estão concentrados na Suécia, com filiais no Brasil e na Índia. A produção ocorre na Europa, América Latina e Ásia, com centros regionais de produção na África, Ásia e Eurásia. A Scania faz parte da TRATON AG. © Copyright Scania 2018 All rights reserved. Scania Brasil, Av. José Odorizzi, 151 - Vila Euro, São Bernardo do Campo. SP. Tel: +55 11 4344-9333